Filmografia sobre Jornalismo Literário #2

Um dos posts mais lidos do blog “Jornalismo Literário” ganha uma segunda edição. Abaixo a lista número 2 de filmes que, de alguma forma, remetem a produção jornalístico-literária. Confira:

1- Norman Mailer : o americano, 2010, EUA

Um documentário essencial para conhecer a história de vida de um dos grandes nomes do Jornalismo Literário mundial e um dos pais do “New Journalism” americano. No longa-metragem, depoimentos inéditos de esposas e amantes, admiradores e inimigos, filhos e do próprio Mailer ajudam a compreender a personalidade do controverso jornalista. Norman Mailer foi duas vezes premiado com o Prêmio Pulitzer. A primeira em 1968 com o livro “Os Exércitos da Noite” – que relata a Marcha sobre o Pentágono, manifestação civil que reuniu milhares de pessoas em Washington, em outubro de 1967, em protesto contra a política americana na guerra do Vietnã – e pela segunda vez em 1979 com o livro “A Canção do Carrasco” sobre o condenado a morte Gary Gilmore.

O americano e ícone do Jornalismo Literário  Norman Mailer

O americano e ícone do Jornalismo Literário Norman Mailer

2- Os gritos do silêncio, 1984, EUA/Reino Unido

O filme conta a história do jornalista americano Sidney Schanberg (Sam Waterson) que cobriu a Guerra do Camboja. Por meio do relato de Schanberg, as atrocidades da guerra são relatadas para o mundo e garantem ao jornalista o Prêmio Pulitzer. O jornalista retorna posteriormente ao Camboja a procura de seu amigo Dith Pran (Haing S. Ngor), intérprete cambojano e jornalista local. A realidade que Sidney encontra no retorno são ainda mais alarmantes. O filme é baseado em fatos reais.

Relatos de uma guerra na visão de um jornalista

Relatos de uma guerra na visão do jornalista americano Sidney Schanberg

3 – Germinal, 1993, França

O jornalista Émile Zola trabalhou em minas de carvão no norte da França no final do século XIX para escrever de maneira mais real o romance “Germinal”, um clássico da literatura francesa e registro essencial do surgimento dos movimentos trabalhistas e sindicais que iriam sacudir o mundo no século XX. Devido ao realismo da escrita de Zola e de sua iniciativa de trabalhar como mineiro para retratar de forma mais real possível seu romance, a obra Germinal é considera por alguns especialistas um misto de ficção e jornalismo. O filme homônimo de 1993, adapta o livro as telas de cinema.

O livro de Zola também é citado como um dos primeiros livros-reportagem da história, apesar de ser uma obra de ficção

O livro de Zola também é citado como um dos primeiros livros-reportagem da história, apesar de ser uma obra de ficção

4 – Olga, 2004, Brasil

Baseado na longa apuração e pesquisa do jornalista Fernando Moraes, que resultou na biografia de Olga Benário, o filme “Olga” relata a vida da jovem judia alemã e militante comunista que se apaixonou por Luiz Carlos Prestes, revolucionário brasileiro. No filme, Olga (Camila Morgado) é perseguida pela polícia e foge para Moscou, onde recebe treinamento militar e é encarregada de acompanhar Luís Carlos Prestes (Caco Ciocler) de volta ao Brasil. Na viagem, enquanto planejam a Intentona Comunista contra o presidente Getúlio Vargas, os dois acabam relacionando-se. Parceiros na vida e na política, Olga e Prestes protagonizam uma parte importante da história nacional e internacional. O filme, uma superprodução brasileira, manteve o tom sensível e informativo do livro de Fernando Moraes.

Olga Benário teve sua biografia escrita pelo jornalista brasileiro Fernando Moraes em 1993. O livro Olga foi publicado pela esitora Cia. das Letras

Olga Benário teve sua biografia escrita pelo jornalista brasileiro Fernando Moraes em 1993. O livro “Olga” foi publicado pela editora Cia. das Letras

5 – Hemingway & Martha, 2012, EUA

O recém lançado “Hemingway & Martha” relata um dos casos de amor do escritor e jornalista americano Ernest Hemingway. Correspondente de Guerra cobrindo a Guerra Civil Espanhola, Ernest Hemingway (Clive Owen) se relaciona com Martha Gellhorn (Nicole Kidman), também jornalista e Correspondente de Guerra na Espanha. Em meio a paixão e a guerra, os dois relatam os acontecimentos, direto do front, para os jornais. Hemingway também tem o intuito de produzir um documentário sobre a guerra espanhola. O filme ainda relaciona os dois protagonistas ao jornalista John dos Passos (David Strathairn) e ao intelectual revolucionário Paco Zarra (Rodrigo Santoro).

Escritor Hemingway - jornalista literário - jornalismo literário

Martha e Hemingway

Veja também a primeira lista de filmes levantada pelo blog: http://migre.me/jauPE

Anúncios

Um pensamento sobre “Filmografia sobre Jornalismo Literário #2

  1. Pingback: Filmografia sobre Jornalismo Literário #3 | Jornalismo Literário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s