“O Mercado de Notícias”, um documentário sobre Jornalismo

Em breve no site www.omercadodenoticias.com.br um documentário estará disponível para visualização. O longa metragem, dirigido pelo cineasta Jorge Furtado, discute a mídia, a democracia, a importância do jornalismo na sociedade e faz uma reflexão sobre a atividade jornalística. No site do filme, Furtado apresenta:

“O roteiro do documentário ‘O Mercado de Notícias’ tem como linha condutora a peça homônima do dramaturgo inglês Ben Jonson (1572- 1637), “The staple of news”. A peça de Jonson foi encenada pela primeira vez em 1626, em Londres, e esta é sua primeira tradução para a língua portuguesa, feita por mim e pela professora Liziane Kugland. A peça é uma crítica bem humorada a uma atividade recentemente criada, uma novidade em Londres: o jornalismo.

O Mercado de Notícias, o filme, traça um painel sobre mídia e democracia, incluindo uma breve história da imprensa, desde o seu surgimento, no século 17, até hoje, destacando seu papel na construção da opinião pública, seus interesses políticos e econômicos.

O documentário enfatiza dois aspectos destacados na peça de Ben Jonson: o primeiro o debate sobre a credibilidade da notícia, que inevitavelmente contraria e favorece interesses; o segundo é a necessidade constante e crescente de informações, a demanda por notícias que acaba por se tornar entretenimento.

Além dos trechos da peça e de pequenos documentários sobre a história do jornalismo, o filme traz entrevistas com treze grandes jornalistas brasileiros. Estas entrevistas, onde os profissionais compartilham suas experiências e percepções acerca da profissão – presente, passado e futuro – estão também disponíveis aqui no site, em versões ampliadas.

Acredito que um documentário, para ser durável – e ele deve ser, mais que uma notícia -, tem que ser útil, no sentido de iluminar um tema, uma atividade, uma época. Deve servir de elemento deflagrador de debates, instigar novas pesquisas, despertar nos espectadores aquilo que o Umberto Eco chama de ‘espírito de decifração’.

“O Mercado de Notícias” debate critérios jornalísticos, e este é o seu sentido e o sentido da peça de Jonson. É também uma defesa da atividade jornalística, do bom jornalismo, sem o qual não há democracia.”

o mercado de notícias documentário - jornalismo

Nomes como Geneton Moraes Neto, Janio de Freitas, Luis Nassif, Mino Carta, Cristiana Lôbo, entre outros jornalistas são expostos no filme. O trailer está disponível para visualização no canal do Youtube da Casa de Cinema de Porto Alegre. Confira:

 

Lançado em dois festivais de cinema em abril (festival “É tudo verdade”, no Rio Grande do Sul e no festival audiovisual “Cine PE”, em Pernambuco) o documentário ganhou o título de melhor documentário no segundo festival (Cine PE).

Até a disponibilização do documentário no seu site, a produção do filme está lançando entrevistas com jornalistas participantes do longa. Já podem ser visualizadas a entrevista com os jornalistas Janio de Freitas e Renata Lo Prete:

 

Agora, jornalistas, é só esperar para ver a obra que, ao que tudo indica, é uma grande reflexão sobre o exercício da profissão no séc. XXI.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s