Novos Jornalistas Literários: curso pioneiro no País forma “escritores da realidade”

Nos dias 26 de julho, em São Paulo na Casa de Cultura Guilherme de Almeida, e 2 de agosto, na Faculdade Vicentina em Curitiba, cerca de 40 novos jornalistas literários foram formados pelo Curso de Pós-Graduação em Jornalismo Literário após 370 horas de carga horária, aulas presenciais quinzenais e um Trabalho de Conclusão de Curso.

Além da confraternização com os familiares e amigos, os formandos das turmas de São Paulo e Curitiba, receberam os Certificados de Conclusão da Pós-Graduação e contaram com uma palestra de um jornalista envolvido com o universo do JL: Denis Russo Burgierman, diretor de redação da revista SuperInteressante, nas duas turmas de formandos.

Durante a palestra, Denis enfatizou a importância das histórias em nossos dias e a complexidade como paradigma fundamental que deve nortear o mergulho dos escritores da realidade nos seus temas narrativos. Na foto: Denis (esq.) e o coordenador do curso Edvaldo Pereira Lima (dir.)

 

O curso é a continuação da iniciativa da marca ABJL (Academia Brasileira de Jornalismo de Literário) de cujo nome é herdeiro, mas cuja existência, enquanto instituição, teve fim em 2013. Desde o início de 2013, o curso é administrado pela EPL – Educação, Comunicação e Desenvolvimento Humano Ltda., sob a direção total – acadêmica e executiva – de Edvaldo Pereira Lima, um dos maiores especialistas em JL no Brasil. Pioneiro e único no País, a Pós-Graduação em JL completa, em 2014, dez anos de atividades com a marca de mais de 500 profissionais em Jornalismo Literário formados. Além de São Paulo e Curitiba, o curso já foi ministrado em Campinas (SP), Goiânia (GO), Porto Alegre (RS) e Brasília (DF).

Desde 2013, o curso segue como linha de abordagem o resgate da tradição do Jornalismo Literário em diversas partes do mundo, o mapeamento de seus conceitos, procedimentos e técnicas, além de introduzir avanços proativos que incluem o método de estruturação de narrativas “Jornada do Herói”, o método de redação espontânea “Escrita Total” – conceitos oriundos da psicologia humanista aplicados à ação do escritor da realidade e princípios transdisciplinares integrados procedentes de distintos campos de conhecimento.

Abaixo, a lista dos formandos (por ordem alfabética) que receberam o certificado nos eventos de formatura em São Paulo, em 26 de julho, e em Curitiba, no último sábado, 2 de agosto:

(São Paulo)
Alline Liber
Ana Carolina Belchior de Jesus Amorim
Ana Lúcia Mendes
Andréa Ascensão
Beatriz Jucá Pinheiro
Daniel Souza Luz
Danielle Sleiman
Débora Nazari
Djair Brito
Juliana Diógenes
Karen Kipnis
Ketlen Machado
Lelia Maria Romero
Luciano Velleda
Maria Fernanda Morais
Mariana Santos
Mauro Henrique
Patrícia Cicarelli
Pedro Dias
Simone Costa
Thaís Rosiele Pinheiro

Formandos (turma São Paulo) com Edvaldo Pereira Lima e o professor Alex Criado (terceiro à esquerda)

Formandos (turma São Paulo) com Edvaldo Pereira Lima e o professor Alex Criado (terceiro à esquerda). Foto: Renan Carvalhais Inocêncio

 

(Curitiba)
Amábyle Campigotto Sandri
Amanda Ferne Audi
Annelize Tozetto
Antonio Carlos Senkovski
Célio Yano
Criselli Montipó
Daiane Andrade Candido
Fábio Rodrigues
Flávia Schiochet
Helena Krüger Barreto
Isadora Raquel
Karen Facin Ferreira
Sarita Gianesini
Saulo Pontarolo Marenda
Scheyla Joanne Horst
Vivian Faria

Formandos da turma Curitiba. Foto de Annelize Tozetto

Formandos da turma Curitiba. Fotos de Annelize Tozetto

Os mestres: professores da Turma de Curitiba e o palestrante  Denis Russo Burgierman. Da esquerda para a direita: Mauri König, José Carlos Fernandes, Cristiano Castilho, Denis Russo Burgierman, Edvaldo Pereira Lima, Ben-Hur Demeneck. Foto de Annelize Tozetto

Os mestres: professores da Turma de Curitiba e o palestrante Denis Russo Burgierman. Da esquerda para a direita: Mauri König, José Carlos Fernandes, Cristiano Castilho, Denis Russo Burgierman, Edvaldo Pereira Lima, Ben-Hur Demeneck

 

A turma 2014, em São Paulo, já teve início em março, com término previsto para julho de 2015. Há 20 participantes.

Uma curiosidade é o retorno de ex-alunos do curso como professores. Três profissionais que tinham sido alunos em 2007, em Curitiba, foram professores da turma 2013 da mesma cidade. Mauri König, Cristiano Castilho – jornalistas do Jornal Gazeta do Povo – e Ben-Hur Demeneck – doutorando na USP (Universidade de São Paulo) foram os docentes.

 

Único no País, curso tem procura nacional

A falta de descentralização do curso, que está atualmente concentrado nas capitais do Paraná e São Paulo, e o crescente interesse em Jornalismo Literário no Brasil são os principais fatores que estão impulsionando um fenômeno curioso: o deslocamento de pessoas de diversas regiões do País para participar do curso.

Edvaldo Pereira Lima afirma que alguns alunos chegaram a se mudar de seus Estados natais para São Paulo com a intenção de fazer o curso. “Em São Paulo, houve alunos que se deslocaram desde o Ceará (mudando-se para a capital paulista pelo menos temporariamente) e Minas Gerais ( o aluno se dirigia quinzenalmente a São Paulo). Em Curitiba, participaram também pessoas residentes em distintas cidades de Santa Catarina. Na turma 2014 de São Paulo essa característica do perfil do grupo continua: há pessoas residentes na capital, como há pessoas do interior e uma aluna que reside em Florianópolis (SC)”, declara.

Anúncios

Um pensamento sobre “Novos Jornalistas Literários: curso pioneiro no País forma “escritores da realidade”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s