Pós-Graduação em Jornalismo Literário 2015 abre inscrições

Estão abertas as inscrições online para o curso de pós-graduação pioneiro em Jornalismo Literário, o único do país, turma de 2015, quando completará onze anos consecutivos de realização, sob a direção pedagógica do escritor, jornalista e professor Edvaldo Pereira Lima. É o mesmo curso lançado em 2005 pela ABJL – Academia Brasileira de Jornalismo Literário -, entidade que marcou época nesse segmento específico da educação jornalística e que foi extinta em 2013. Pereira Lima foi um dos cofundadores da ONG, cujo legado acadêmico segue sob sua liderança. As inscrições para a turma de São Paulo podem ser feitas no link: http://migre.me/mMUGw

 

Origem e Renovação

O curso é um desdobramento indireto do trabalho acadêmico pioneiro de Edvaldo Pereira Lima na Universidade de São Paulo, onde durante seus anos de atividade como docente e pesquisador dedicou-se essencialmente ao Jornalismo Literário, produzindo estudos sobre o tema, desenvolvendo disciplinas de pós-graduação especializadas, orientando Dissertações e Teses, estimulando a formação de profissionais de alto nível nesse campo. É de sua autoria a obra mais completa sobre jornalismo literário no Brasil, na sua quarta edição atualizada e ampliada: Páginas Ampliadas: O Livro-Reportagem Como Extensão do Jornalismo e da Literatura (editora Manole). Também são de sua autoria Jornalismo Literário Para Iniciantes (Edusp, 2014) e a biografia-perfil em estilo de jornalismo literário Maestro de Voo – Pedro Janot e Azul – Uma Vida em Desafios (Manole, 2014), além de outros títulos.

O curso resgata a tradição do Jornalismo Literário em diversas partes do mundo, assim como faz o mapeamento de seus conceitos, procedimentos e técnicas, de um lado. De outro, introduz avanços proativos que incluem o método de estruturação de narrativas Jornada do Herói, o método de redação espontânea Escrita Total, conceitos oriundos da psicologia humanista aplicados à ação do escritor da realidade e princípios transdisciplinares integrados procedentes de distintos campos de conhecimento. O curso de pós-graduação é da categoria lato sensu (Especialização), com 370 horas de carga horária, totalmente presencial, com aulas quinzenais.
Na página dedicada ao curso, na internet, o interessado pode também ler depoimentos de alunos e ex-alunos, assim como notícias de suas iniciativas profissionais em diversas partes do Brasil, produzindo textos de jornalismo literário. São destaques recentes dois prêmios nacionais conquistados respectivamente por Andréa Ascenção e Samantha Silva, além de livros-reportagem, matérias publicadas na mídia e projetos culturais especiais desenvolvidos individual ou coletivamente.
Podem se inscrever no curso tanto jornalistas quanto profissionais graduados em todas as demais áreas de conhecimento.

Pós JL 2015 anúncio

DÚVIDAS FREQUENTES

Quais os dias da semana e os horários das aulas para as turmas que começam em março de 2015 em São Paulo?

Turma São Paulo – SAO
Aulas quinzenais às sextas e sábados
Horários: sexta (das 19h às 22h30); sábado (das 09h às 12h30; das 14h às 18h).

Qual o local das aulas?

Na sede do Sepac da Editora Paulinas: Rua Dona Inácia Uchoa, 62 – Bloco A – 2. Andar – Vila Mariana
Próximo às estações de metrô Vila Mariana e Ana Rosa e ao Terminal de Ônibus da Vila Mariana.
Site Paulinas: http://www.paulinas.org.br/sepac/

Quando começam as aulas?

20 de março de 2015.

Qual a duração do curso?

As aulas ocorrem de março de 2015 a junho de 2016, totalizando 370 horas-aula. O calendário inclui aulas presenciais e individuais para orientação dos trabalhos de conclusão de curso (produção de uma narrativa de não-ficção – reportagem, perfil, relato de viagem ou texto autobiográfico, ou, para quem preferir, uma monografia sobre um dos temas/assuntos apresentados durante as aulas). O curso é encerrado com um Seminário Científico de Jornalismo Literário, em junho de 2016.

Importante: ao longo de todo o curso, os alunos produzem vários outros textos narrativos. Embora forneça um sólido conteúdo teórico, este curso está focado, principalmente, na prática da narrativa de não-ficção.

Quais são os principais módulos do curso?

• Jornalismo Literário: História e Conceitos

• Fundamentos Narrativos

• Biografias

• Literatura

• Escrita Total

• Livro-reportagem

• Ensaio Pessoal e Memórias

• Narrativa de Viagem

• História Oral

• Pauta & Produção em Jornalismo Literário

O curso inclui, ainda, as aulas de Metodologia do Ensino Superior, Metodologias de Pesquisa, Psicologia Humanista Para Escritores da Vida Real, Jornalismo Literário e Documentário, Empreendedorismo em Jornalismo Literário.

Quem são os professores dos módulos principais?

Os professores do curso são especializados em Jornalismo Literário, a maioria com mestrado ou doutorado na área pela ECA-USP. A condução do curso está a cargo de Edvaldo Pereira Lima. Entre os professores convidados das disciplinas principais estão  Edvaldo Pereira Lima, Alex Criado, Monica Martinez, Renato Modernell e Fabiano Ormaneze.

Este curso tem a ver com o curso que a ABJL (Academia Brasileira de Letras) conduzia?

Sim. É praticamente o mesmo curso, com a maioria dos professores que atuaram no período da ABJL – Academia Brasileira de Jornalismo Literário -, tendo o mesmo diretor pedagógico, Edvaldo Pereira Lima, cofundador da entidade. É como um herdeiro intelectual do Curso e da marca ABJL.

Para você conhecer o contexto histórico:

As pesquisas, os estudos e o ensino estruturado de Jornalismo Literário no Brasil começaram com Edvaldo Pereira Lima na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Durante seu período ativo de 19 anos na USP, Edvaldo conduziu cursos de pós-graduação centrados no tema, orientou Dissertações de Mestrado e Teses de Doutorado, formou um grupo de profissionais especializados, produziu trabalhos e livros a respeito, assim como fizeram muitos de seus orientandos, hoje profissionais de carreira acadêmica e produção jornalístico-literária consagradas. Também dirigiu por um período o primeiro curso de graduação no país – o da Universidade de Uberaba, em MG – que centralizou seu projeto pedagógico em Jornalismo Literário. É da autoria de Edvaldo Pereira Lima o livro que se tornou um clássico no setor acadêmico, nesse campo: Páginas Ampliadas: O Livro-Reportagem Como Extensão do Jornalismo e da Literatura – Jornalismo Literário, que já está na quarta edição ampliada, publicado pela Editora Manole. É também seu o livro de introdução ao tema, Jornalismo Literário Para Iniciantes, lançado pela Edusp.
Edvaldo, Celso Falaschi, Rodrigo Stucchi e Sergio Vilas-Boas, todos direta ou indiretamente participantes desse movimento espontâneo de recuperação do Jornalismo Literário no país, fundaram a ABJL – Academia Brasileira de Jornalismo Literário – e lançaram o Curso de Pós-Graduação em Jornalismo Literário. Pelas transformações inevitáveis que podem acontecer, com o tempo alguns dos membros desse grupo fundador foram se desligando, até que decidiu-se pela extinção da ABJL, como instituição jurídica, em 2013. A marca ABJL, porém, continua.

Quem administra o curso agora?

Desde 2013, a administração é da EPL – Educação, Comunicação e Desenvolvimento Humano, empresa criada por Edvaldo e que transporta a chancela da marca ABJL.

Nos anos anteriores a ABJL coordenou esse curso em outras cidades?

Sim, em 2015 teremos o décimo-primeiro ano consecutivo do Curso.

– Em 2005, o curso foi conduzido apenas em Campinas (SP).
– Em 2006, em Brasília, Campinas, Porto Alegre e São Paulo (duas turmas).
– Em 2007, o curso funcionou em São Paulo (três turmas), Campinas, Curitiba e Goiânia.
– Em 2008, São Paulo (três turmas) e Goiânia.
– Desde 2009 o curso vinha sendo oferecido exclusivamente em São Paulo (SP), mas atraindo também alunos de outros estados, como Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Alagoas, Pará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia.
-Em 2013 o Curso aconteceu em São Paulo e novamente em Curitiba.

Participam do Curso, em São Paulo, pessoas residentes nas mais diversas cidades e em diferentes Estados, além das que moram na capital paulista.  Como o Curso é quinzenal e o calendário é anunciado no início do mesmo, as pessoas planejam-se com antecedência, valendo-se de tarifas promocionais de viagem, por exemplo. Também organizam-se para se hospedarem em hotéis econômicos próximos ao local de realização. Como está próximo a estação de metrô, as pessoas que vem de fora resolvem a locomoção em São Paulo por esse meio.

O curso é apenas presencial?

Sim, exclusivamente presencial.

O curso é reconhecido pelo MEC?

Sim, o Curso é conduzido em parceria com a Faculdade Vicentina (Favi) de Curitiba (PR), instituição devidamente credenciada e autorizada a ofertar cursos de graduação e pós-graduação nacionalmente. O sucesso do curso, desde o seu início, em 2005, atesta sua qualidade e confiabilidade referendas por mais de 600 profissionais formados desde então.

Graduados em outras áreas podem fazer esse curso?

O Curso é aberto a profissionais de todas as áreas, interessados em desenvolver a escrita, tanto para textos de ficção quanto de não ficção. São muito bem-vindos. Em anos anteriores, esta pós teve alunos de diferentes áreas do conhecimento, como Física, Engenharia, Administração, Letras, História, Psicologia, Relações Públicas, Publicidade e Turismo. Para os graduados em Letras que desejam escrever narrativas de não ficção, o Curso abre uma porta interessante, pois o JL é também chamado de Literatura da Realidade, Literatura Criativa de Não Ficção, Jornalismo Narrativo.

O Jornalismo Literário pode ser praticado em projetos culturais especiais, iniciativas empreendedoras como em blogues e sites, biografias independentes, comunicação organizacional, livros, e naturalmente na mídia jornalística convencional, tanto nos meios impressos quanto digitais. Também pode ser praticado na televisão e no rádio, assim como utilizado em educomunicação e noutras iniciativas educacionais. O setor editorial e jornalístico está em mudança acelerada e novas possibilidades são criadas o tempo todo por pessoas de espírito inovador.

Quais os documentos necessários para a matrícula?

1. Duas cópias autenticadas do diploma de graduação;
OBS (1): Quem já se graduou, mas ainda não recebeu o diploma definitivo, deve apresentar um atestado de conclusão de curso emitido pela instituição de ensino.
2. Duas cópias simples do histórico escolar do curso de graduação;
3. Duas cópias simples do RG e do CPF (não será aceita cópia da Carteira Nacional de Habilitação);
4. Uma cópia simples da certidão de nascimento (ou de casamento, para mulheres que tiveram alteração de sobrenome);
5. Duas fotos 3×4 recentes, identificadas no verso com o nome da pessoa;
6. Currículo acadêmico e/ou profissional atualizado.

Para onde (e até quando) enviar esses documentos?

Você deve enviá-los por Sedex após efetuar o pagamento da primeira mensalidade, mas apenas depois de receber por e-mail confirmação de formação de turma.
Deve enviá-los com esse endereçamento:

Edvaldo Pereira Lima
Rua Alberto Nascimento Jr., 178, bloco 03, apto. 21
Jardim Bonfiglioli
05595-040 São Paulo – SP

Qual a mensalidade do curso?

R$670,00 (seiscentos e setenta reais).

Qual é o valor total do curso?

R$11.390,00 (onze mil e trezentos e noventa reais) divididos em 17 parcelas mensais.

Há descontos?

Sim, nas seguintes condições:

À vista, desconto de 15%:
R$ 9.682,00

Três parcelas iguais, com desconto total de 10%:
03 X R$3.417,00 = R$10.251,00

Inscrições em grupo de três ou mais pessoas simultaneamente, desconto de 10%.

Profissionais filiados ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo, desconto de 10%.

Quando vence a primeira mensalidade?

23 de fevereiro de 2015.

Como são pagas as mensalidades?

Por boleto bancário.

Se a primeira mensalidade não for paga até a data de vencimento, o inscrito perderá o direito à vaga.

Quando vencem as demais mensalidades?

Sempre no dia 15 do mês.

Bolsa de estudos?

Infelizmente, não há bolsas de estudo.

Qual o calendário de aulas?

O calendário será divulgado após a confirmação da turma. Mas lembre-se que aulas acontecem, normalmente, em dois finais de semana por mês, sempre de forma alternada.

Qual o número de vagas?

30 vagas.

Posso saber o depoimento de alunos de turmas anteriores?

Sim, você pode ler depoimentos seguindo este link.

Posso saber o que andam fazendo de JL ex-alunos da pós?

São inúmeras iniciativas em diversas partes do Brasil. Você pode conhecer algumas lendo a seção JL na Veia.

Link: http://www.edvaldopereiralima.com.br/index.php/jornalismo-literario/pos-graduacao/jornalismo-literario-na-veia

São destaques recentes o prêmio nacional de Jornalismo Literário conquistado por Andréa Ascenção – você pode ler a matéria vencedora no site – , e o prêmio nacional Sebrae conquistado por Samantha Silva, além de outras iniciativas importantes.

____________________

Mais informações pelo e-mail: ed.pl@terra.com.br

Anúncios

2 pensamentos sobre “Pós-Graduação em Jornalismo Literário 2015 abre inscrições

  1. Pingback: Curso de Pós-Graduação em Jornalismo Literário 2015 disponibiliza vagas | Jornalismo Literário

  2. Pingback: Vídeo: Edvaldo Pereira Lima comenta Gay Talese | Jornalismo Literário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s