Segunda edição da série Repórter homenageia José Hamilton Ribeiro

A segunda edição da série Repórter, idealizada e coordenada por Eliane Brum, será realizada hoje, 2 de setembro, das 15 às 22 horas, no auditório do Itaú Cultural (Av. Paulista, 149 – Estação Brigadeiro do metrô), em São Paulo. O evento é aberto ao público. Basta retirar a senha, com 30 minutos de antecedência, antes de cada um dos três encontros. Haverá transmissão ao vivo pela internet. E tradução em LIBRAS. Nesta edição, o homenageado é José Hamilton Ribeiro que tem 80 anos de vida, sendo 60 de reportagem, além de ser uma das maiores referências do Jornalismo Literário brasileiro.

José Hamilton Ribeiro: 60 anos de reportagem

José Hamilton Ribeiro: 60 anos de reportagem

Abaixo, mais informações por meio do convite feito pela própria Eliane Brum:

“Amigos,

Na próxima quarta, 2 de setembro (hoje), haverá um evento no Itaú Cultural, do qual sou curadora. É a segunda edição de uma série chamada “Repórter”, pensada por mim e pelo Claudiney Ferreira, pessoa fundamental desse projeto. A ideia é documentar a memória dos grandes repórteres brasileiros, inclusive porque documentar a memória desses homens e mulheres é documentar a história do país e de quem a conta. Nesta edição, o homenageado é o Zé Hamilton Ribeiro: 80 anos de vida, 60 de reportagem. Haverá uma entrevista pública com ele, feita por Clóvis Rossi, Ricardo Kotscho, Lúcio Flávio Pinto e Carlos Moraes: 20h.

A série também promove um encontro para refletir sobre esses tempos movediços da imprensa, chamado “Narrativas de Transição”: 17h. Neste momento, cinco repórteres, com diferentes trajetórias, contam como estão se reinventando para seguir sendo repórteres e fazendo reportagem, com toda a complexidade e a dedicação que a reportagem exige, para merecer ser assim chamada: Bruno Paes Manso (Ponte), Laura Capriglione (Jornalistas Livres), Bruno Torturra (Fluxo), Kátia Brasil (Amazônia Real) e Rene Silva (Voz da Comunidade).

A abertura é com Lúcio Flávio Pinto, o repórter mais importante da Amazônia, que há 28 anos criou e mantém o Jornal Pessoal, sem nenhum anúncio publicitário. Ele será entrevistado por Paulina Chamorro, Leonêncio Nossa, Claudiney Ferreira e eu: 15h.

A ideia dessa série é documentar a memória de quem contou a história desse país e produzir memória sobre esse tempo histórico muito particular do jornalismo. Das 15h às 22h, acesso livre, no auditório do Itaú Cultural. Basta pegar a senha antes de cada uma das mesas.

Convido a todos para a segunda edição da série, mesmo sabendo que a maior parte deste mailing não é formada nem por jornalistas, nem por professores de jornalismo. Mas acho que a história da reportagem e da imprensa interessa – ou deveria interessar – a todos que vivem neste país ou que se esforçam para compreendê-lo. Então, estão todos convidados.

Se puderem ajudar a divulgar a série em suas redes, agradeço muito.

Mando o flyer anexado e também um texto completo sobre o evento. Há ainda esse link no meu site:

http://desacontecimentos.com/uncategorized/memoria-e-inquietacoes-reportagem-e-historia-em-movimento/

Muito obrigada, mais uma vez.

abraço a todos

Eliane”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s